Uma Iniciativa Logo Softplan

Software especializado facilita a gestão do projeto cofinanciado

2 min. para leitura 05/03/2018

Ao desenvolver o Programa de Desenvolvimento Urbano Integrado do Município, a prefeitura de Catanduva, cidade do interior de SP, planejou imediatamente a utilização de um software especializado para a gestão do projeto cofinanciado. A decisão foi baseada nos critérios de atendimento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que recomenda a utilização de um sistema para tornar a prestação de contas mais transparente e ágil.

Por que escolher um software especializado para a gestão do projeto cofinanciado?

A gestão do projeto cofinanciado exige um controle minucioso para evitar erros no planejamento e nas informações que compõem o projeto. Já explicamos aqui por que um software para cofinanciados ajuda na prestação de contas e como sua utilização otimiza e organiza os procedimentos desde a preparação do projeto, além de ser muitas vezes uma exigência do próprio órgão financiador para o controle de todo o processo. No caso da prefeitura de Catanduva, o software especializado auxiliou na organização e no arquivamento das informações, bem como na geração automática das planilhas exigidas pelo BID. “Com o software é possível identificar possíveis erros contábeis e de lançamentos, além de controlar prazos. Foi fundamental para cumprirmos os requisitos e conquistar o financiamento externo, além de facilitar nossa comunicação com o Banco”, afirma Beatriz Trigo, coordenadora do programa. A usabilidade do sistema e a interface com o BID motivaram a escolha da prefeitura, mas foram as inúmeras condições prévias e burocráticas para a preparação do projeto os fatores mais relevantes para a aquisição de um software, de acordo com a coordenadora. “Seria muito difícil atender toda a burocracia do BID sem o auxílio de um software. Nossa equipe, leiga em tecnologia, foi treinada pelo suporte técnico e, por atendermos todos os pré-requisitos do órgão financiador, fomos avaliados como case de sucesso pelo BID”, destaca. O programa desenvolvido em Catanduva foi criado para a melhoria da qualidade de vida da população e conta com a implementação de projetos de desenvolvimento urbano integrado, de saneamento ambiental e da mobilidade urbana, além do fomento ao desenvolvimento econômico local e do fortalecimento da gestão municipal.

É possível fazer a gestão do projeto cofinanciado sem um software?

Muitas vezes, o gestor opta por não utilizar um programa de gestão para o projeto. O uso de planilhas, sistemas financeiros ou sistemas genéricos de gerenciamento de projetos é uma solução inicial, no entanto, não atende todas as demandas dos agentes financeiros e dos próprios gestores. A gestão do projeto cofinanciado pode ser comprometida por erro no preenchimento de dados, na emissão de relatórios e na prestação de contas.

Modernização na gestão do projeto cofinanciado

Com um software específico, seguir os parâmetros exigidos pelos bancos internacionais se torna mais fácil. Todo o acompanhamento do projeto e dos Relatórios Gerenciais pode ser feito diretamente no sistema, e o gestor terá as informações em um ambiente seguro e de fácil acesso. Além disso, o tempo para prestação de contas é reduzido em 80%, o retrabalho também diminui e a cooperação entre as áreas é favorecida, graças ao ambiente totalmente online. Você ainda tem dúvidas sobre o quanto um software especializado pode favorecer a gestão do projeto cofinanciado? Entre em contato conosco para solucioná-las! Deixe seu comentário abaixo.