Uma Iniciativa Logo Softplan

Soluções da Softplan para cidades inteligentes são apresentadas durante o maior evento de Smart City do Brasil

2 min. para leitura 25/07/2019

Smart City Business Brazil reúne representantes do setor público e especialistas em inovação para discutir formas de usar a tecnologia para resolver os desafios das cidades, como a redução de filas de atendimento e a fiscalização eficiente de tributos. A Softplan, empresa advisor da transformação digital no setor público, participou da edição deste ano do evento, que aconteceu de 22 a 24 de julho em São Paulo, destacando soluções que já ajudaram a construir histórias de sucesso em vários municípios, colocando em prática essa transformação e beneficiando a população.  

Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo é um exemplo de transformação digital com foco no cidadão. Atualmente, 80% dos processos da prefeitura já são digitais, entre eles o de emissão do Cartão Nacional da Pessoa Idosa e com Deficiência. Com o processo físico, o cidadão levava cerca de 40 dias, entre idas e vindas aos balcões de atendimento, para receber o cartão. Hoje, é possível solicitar e emitir o cartão de casa em apenas 10 minutos.   

Além de melhorar a eficiência e acabar com o papel, a tecnologia também pode ser aplicada para aumentar a arrecadação. O InnovaCity Inteligência Fiscal, produto da Softplan, é prova disso. O sistema usa inteligência artificial para identificar possíveis sonegadores, tornando a fiscalização mais efetiva. Em dois meses de uso do produto, prefeitura de um município catarinense identificou e notificou mais de 200 profissionais autônomos que não recolhiam o ISS e recuperou R$ 274 mil.   

Um dos destaques da programação do evento foi o painel sobre “Governo Digital e a construção de cidades inteligentes”, mediado pelo Diretor de Relações com o Mercado da Softplan, Marcelo Fett. Durante o painel, Fett destacou que ao facilitar a interação da população com o governo, diminuir a burocracia, aumentar a transparência no gasto público e agilizar os processos, a transformação digital no governo permite uma melhora significativa na prestação dos serviços à sociedade”. 

O painel teve a participação de representantes do setor público e privado, como o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira Filho. O município de Sergipe, que é também outro caso da transformação digital no governo, foi a primeira capital do país a tornar os processos públicos totalmente digitais. Para isso, Aracaju criou o AjuInteliGENTE, projeto desenvolvido em parceria com a 1Doc, plataforma que faz parte do portfólio da SoftplanA expectativa do município, ao tornar os processos digitais, é gerar uma economia de recursos de mais de R$ 190 mil por mês, apenas com a eliminação dos gastos diretos e indiretos com o uso do papel. Assista ao vídeo e conheça mais sobre o projeto.