Tempo de leitura: 3 min.

Setor público: iniciativas para gerar mais produtividade no trabalho

Muito se fala em aumentar a produtividade no trabalho, gerar resultados mais positivos, alcançar os desafios esperados. No entanto, a produtividade no trabalho está intimamente ligada à eficiência e ao tempo: quanto menos tempo é dispendido com o processo, mais produtivo será o gestor. No setor público, a questão não é diferente. Um estudo sobre a Produtividade no Brasil – Desempenho e Determinantes, realizado em 2014 pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), apontou dilemas e desafios da produtividade brasileira, que é a 56º mais produtiva, de acordo com o Relatório de Competitividade Global 2013-2014, do Fórum Econômico Mundial.

No entanto, é preciso definir o conceito “produtividade” na esfera pública, mesmo sabendo que as regras e os critérios de avaliação são muito distintos entre os setores público e privado. É possível estimar objetivos como no caso de professores, que dão um número X de horas-aula por dia, e devem alcançar determinado resultado mensal. No entanto, na maioria dos casos, é complicado avaliar a quantidade de pessoas atendidas por dia num órgão público, por exemplo, e o quanto esse resultado pode ser melhorado. Esta reportagem da Agência Brasil traz uma perspectiva interessante: o conceito de produtividade no trabalho público é de difícil medição, mas está muito ligado aos critérios de avaliação e de qualidade dos serviços prestados pelo Estado ao cidadão.

Além das questões mais estruturais, a produtividade no trabalho público é possível na esfera individual. Você pode ser mais produtivo no trabalho com algumas iniciativas simples, mas que podem ajudar a produzir mais e melhorar a gestão.

Como gerar mais produtividade no trabalho?

Tanto no setor público quanto privado, é fundamental organizar o tempo e as tarefas cotidianas. Otimizar os processos e evitar distrações da internet, por exemplo, farão o tempo render mais. Confira algumas dicas para gerar mais produtividade no trabalho:

Organize-se

Defina as prioridades e estabeleça um cronograma de tarefas diárias. É preciso disciplina para ordenar tempo, atividades rotineiras e as demandas de última hora. Anote as tarefas numa lista e qualifique-as de acordo com a urgência, em um local de fácil acesso. Visualize claramente o que deve ser feito e em que momento para não perder prazos. Por isso, a organização da agenda e dos procedimentos internos é tão importante.

Estabeleça metas

Pense em suas atividades e constitua metas de curto, médio e longo prazo. Com isso é possível monitorar e acompanhar o andamento das ações com mais eficiência, além de possibilitar a mensuração de resultados.

Automatize os processos

Use a tecnologia como aliada para aumentar a produtividade no trabalho. Ferramentas online, por exemplo, são geralmente fáceis de usar e possibilitam gerenciar metas e atividades diárias, o que ajuda a manter o foco. É possível utilizar softwares especializados em gestão ou gratuitos, disponíveis na internet, que permitem a interação entre as equipes e o agendamento de atividades e reuniões, entre outras funções. A implantação de processos digitais, como no caso da prefeitura de Florianópolis, aumentou muito a eficiência no atendimento ao cidadão.

Evite distrações

Sites de notícias, redes sociais e conversas em chats são usuais no dia a dia, mas podem estar tomando mais tempo do seu trabalho do que você imagina. Estipule horários para o acesso ao e-mail pessoal e veja como o rendimento aumentará significativamente.

Tenha tempo para você

Não importa se você é o gestor responsável por todo o andamento do órgão público. É preciso descansar, exercer o ócio criativo. Determine intervalos durante o expediente e aproveite os momentos de descanso. Não leve serviço para casa, alivie o estresse e organize melhor o seu tempo no trabalho e para produzir mais e melhor.

E você, quais iniciativas já aplicou para gerar mais produtividade no trabalho? Conte nos comentários abaixo.

 

Comentários

e-gestao-publica