Uma Iniciativa Logo Softplan

Natureza do projeto define interesse dos agentes financiadores

2 min. para leitura 15/01/2016

Todo gestor que necessita de financiamento externo para um projeto precisa ser um profundo conhecedor dos recursos disponíveis e quais organismos multilaterais de crédito são mais indicados para determinada natureza do projeto. Não basta apenas seguir as boas práticas recomendadas para conquistar o financiamento: é essencial saber quando e onde buscar o dinheiro.

Aporte internacional depende da natureza do projeto

A Secretaria de Assuntos Internacionais – SEAIN recomenda uma pesquisa detalhada entre os agentes financeiros, já que cada projeto cofinanciado se encaixa em uma linha de crédito específica, de acordo com o portfólio dos agentes financiadores e da natureza do projeto. Por isso, o mutuário deve se certificar que há interesse pelo aporte e verifique as condições  financeiras da operação de crédito externo. No entanto, o ponto chave dessa busca está nas condições de financiamento (prazo de amortização, juros, procedimentos), já que os princípios de economicidade pesam bastante na avaliação dos pleitos junto à secretaria.

Como solicitar o financiamento externo

As solicitações de pleito são feitas diretamente à SEAIN, via SEAIN-SIGS, de acordo com os projetos do setor público e das políticas de atuação e condições financeiras dos organismos internacionais de crédito, sempre em conformidade com a natureza do projeto. Já destacamos as condições prévias ao primeiro desembolso e outras questões contratuais e operacionais para conquistar o aporte de recursos, mas convém lembrar ainda das regras de câmbio para cada tipo de desembolso e do planejamento financeiro das atividades x plano de aquisições.

Como minimizar erros no andamento do projeto

A atenção à natureza do projeto é fundamental, mas é importante também observar outros detalhes para evitar falhas no projeto. O contrato de financiamento, por exemplo, contém as regras e procedimentos esperados pelo agente financiador e se torna fundamental para evitar erros. A capacitação dos colaboradores da Unidade de Gerenciamento dos órgãos públicos também é essencial para o sucesso do projeto. Para auxiliar os gestores, os agentes financiadores disponibilizam cursos e workshops de atualização sobre os processos utilizados, facilitando o entendimento e reduzindo sucessivos erros.

Uma ferramenta de gestão informatizada é um item importante para auxiliar os gestores e permitirá alinhar as equipes de gerenciamento de projetos com boas práticas, possibilitando que os colaborares exercitem mais a análise das informações e não somente a geração das mesmas. Já mostramos como um sistema de gestão de projetos cofinanciados pode facilitar a vida do gestor, mas, se você busca orientação para começar todo o processo, baixe o Resumo do “Manual de Financiamentos Externos” em nossos materiais educativos.

Quer saber mais sobre como a natureza do projeto direciona a busca do cofinanciamento, tem sugestões ou dúvidas? Aproveite o espaço abaixo e compartilhe conosco.