Uma Iniciativa Logo Softplan

Não basta produzir: o impacto da produtividade no setor público

2 min. para leitura 20/01/2016

Apesar de ser muitas vezes estigmatizado ou rotulado negativamente, prestar um serviço de qualidade à sociedade é a missão primordial do funcionalismo público. No entanto, este é apenas um entre os vários desafios que competem à gestão pública. Excelência no atendimento ou no serviço executado não depende apenas de melhorar equipamentos para o trabalho ou de elevar salários. A criação de ambientes de trabalho adequados e o uso de ferramentas para mensuração de resultados sociais do serviço público são essenciais para elevar o impacto da produtividade dos servidores no cotidiano da população. Os pilares que devem apoiar o funcionalismo público são:

  • Atendimento de excelência
  • Aperfeiçoamento da qualidade dos serviços
  • Atendimento às demandas da sociedade

Indicadores de Impacto da Produtividade

Podemos considerar como um bom indicador de impacto da produtividade o fato de um cidadão estar satisfeito com o atendimento realizado e compartilhar isso dentro de sua comunidade. Também são indicadores de uma governança pública bem-sucedida um governo transparente ou um sistema judiciário eficiente, por exemplo.

O problema enfrentado pela administração pública é que, para elevar a produtividade, há uma série de entraves a serem superados, como a discrepância dos pagamentos e benefícios, a burocracia em contratações e demissões, excesso de cargos por indicação e a má distribuição de funcionários em diversas áreas do governo.

Boa Governança Pública

Uma governança pública eficiente compreende mecanismos de liderança, estratégia e controle postos em prática para avaliar, direcionar e monitorar a atuação da gestão, com objetivo de condução de políticas públicas e à prestação de serviços de interesse da sociedade. E quando se fala em mensurar o impacto da produtividade do setor público, encontram-se outros dilemas, porque o conceito de produtividade no trabalho nesta esfera está muito ligado aos critérios de avaliação e de qualidade dos serviços prestados pelo Estado ao cidadão, para os quais muitas vezes faltam processos de acompanhamento e/ou mecanismos de medição.

Redução de Déficit

O impacto da produtividade no trabalho está ligado à eficiência e ao tempo: quanto menos tempo despendido com o processo, mais produtivo é o gestor. Além, é claro, da adequada utilização dos recursos públicos. Levando em consideração o contexto socioeconômico, funcionários mais produtivos são aqueles que estão mais felizes, pois em consequência eles são mais motivados e engajados, têm menos problemas de saúde, contabilizam menos ausências no trabalho e, como resultado final, há um fluxo contínuo nas atividades.

Sem interrupções por abstinências, ocorre a redução de prejuízos ao orçamento público e menores índices de déficit. Por isso, um bom gestor deve incentivar iniciativas para gerar mais produtividade, como organização de pessoal e ambiente físico, estabelecer metas tangíveis, automatizar processos e estimular comportamentos saudáveis. Desta forma, o funcionalismo público tem a oportunidade de servir a comunidade e levar esperança, especialmente aos mais carentes, cuidando de um bem que é público.