Uma Iniciativa Logo Softplan

Guia para projetos com financiamento externo: como captar, gerenciar e reportar

2 min. para leitura 09/02/2015

A solução para que uma boa ideia saia do papel pode estar em um financiamento internacional. Cada vez mais órgãos públicos (prefeituras, estados e união) vêm buscando apoio externo para o desenvolvimento de projetos cofinanciados e, muitos não sabem por onde começar. Pensando nisso, o portal e-Gestão Pública um guia para auxiliar gestores a preparar projetos com financiamento externo: como captar, gerenciar e reportar, com detalhes que vão ajudar o gestor público a conquistar aporte financeiro internacional.

Muitos detalhes devem ser observados para atrair o investimento, desde a preparação do projeto até chegar ao subsídio propriamente dito – é preciso conhecimento e muita atenção nas etapas do processo e na documentação necessária. Mais além: é importante fazer um planejamento detalhado para obter financiamentos de organismos internacionais assim como prestar contas corretamente ao órgão financiador.

Confira um passo a passo para construir uma proposta, saiba onde encontrar o agente financiador, aprenda a gerenciar e reportar projetos e garanta o sucesso de todo o processo em busca de um financiamento externo.

O que você verá no eBook “Guia para projetos com financiamento externo”

1. Como captar

É longa a estrada para se conquistar projetos com financiamento externo. Gestores públicos sabem disso e precisam de informação para trilhar o caminho. Todo projeto nasce de uma necessidade, mas saber onde e como conseguir empréstimo internacional é o primeiro passo para o êxito do projeto.

2. Como gerenciar projetos com financiamento externo

Projetos com financiamento externo requerem uma série de boas práticas de gestão, já que cada órgão financiador possui diretrizes distintas a serem seguidas. É preciso dar andamento ao que foi previsto no projeto, efetuar as despesas elegíveis e manter o controle financeiro, bem como armazenar todos os dados de acordo com as regras estabelecidas pelo banco financiador. Mas como manter a ordem de tantas informações? As agências de fomento normalmente exigem que os processos sejam realizados de forma informatizada, garantindo assim a rapidez no acesso aos dados e a produção de relatórios seguindo a legislação pertinente.

3. Como prestar contas?

Não basta elaborar bons projetos com financiamento externo e gerenciá-los com primor. É preciso prestar contas de forma concisa e transparente, levando em conta as exigências de cada órgão, para garantir que todo o cronograma seja realizado de forma correta. Há uma periodicidade para prestação de contas, que depende de cada agência internacional. É um acompanhamento perene, que requer tempo e, fundamentalmente, organização.

E como eu baixo o “Guia para projetos com financiamento externo”?

Faça download do nosso Guia para projetos com financiamento externo pelo link abaixo ou na nossa área de materiais educativos.