Uma Iniciativa Logo Softplan

Gerenciamento de processos: por quais processos devemos começar a priorização?

2 min. para leitura 06/07/2016


O
gerenciamento de processos de negócios é composto por três tipos de processos: os primários, que agregam valor direto para os clientes atendidos pela Administração Pública; os processos de suporte, que oferecem apoio para os processos primários; e os processos gerenciais, que são responsáveis pelas medições e gestão de um negócio ou de um Órgão Público. Após a descoberta dos processos primários, de suporte e gerenciais, surge a grande dúvida para quem pretende começar a investir em gestão de processos é: por onde vamos começar?

O que deve ser levado em conta é a cadeia de valor do seu produto ou serviço. Essa análise deve ser realizada a partir da ótica do cliente: o que o influencia? O que tem mais valor para ele?, é respondendo a essas perguntas que se encontram os vários gargalos de produtividade. É importante ressaltar, no entanto, que o planejamento estratégico no gerenciamento de processos deve existir, mas o que estamos tratando neste post são as boas práticas para a priorização: O que deve ser resolvido primeiro? Acompanhe abaixo:

Como fazer a priorização no gerenciamento de processos

Se o seu processo está em um nível crítico, gerando muitas filas e com resultado pouco eficiente, é natural que a priorização comece por ele, independente dos tipos de processos que ele esteja inserido. Mas como fazer essa análise? Separamos algumas ocorrências para ajudar no gerenciamento de processos:

– Quanto tempo o processo leva?

– Com quantos sistemas interage?

– O processo interage com o cidadão?

– Ele gera arrecadação?

– Quantos setores estão envolvidos?

– Qual a demanda mensal desse processo?

Essa análise pode ser feita por meio de planilhas de excel. Crie uma tabela com linhas e colunas. Nas linhas coloque os processos e crie uma coluna para cada um dos tópicos citados acima. Em seguida, estabeleça notas para quantificar esses parâmetros, por exemplo, você pode atribuir notas de 1 a 3 para baixa complexidade, 4-6 para média complexidade e 7-10 para alta complexidade. Repita o procedimento para cada um dos itens. Por fim, some os parâmetros, organize os processos de acordo com os valores absolutos e estabeleça a priorização.

Gostou de nossas dicas para facilitar a etapa de priorização no gerenciamento de processos de sua organização? Deixe sua opinião no formulário abaixo.