Uma Iniciativa Logo Softplan

Boas práticas para aumentar a eficiência no setor público

2 min. para leitura 30/01/2016

Um dos desafios dos gestores públicos está em medir a eficiência. Como isso é realizado na sua gestão?

A administração pública tem sua atividade voltada para um único objetivo: o bem comum da coletividade administrativa. Sendo assim, toda atividade desempenhada pelo gestor público deve estar orientada a este objetivo. No entanto, um dos desafios enfrentados pelos gestores está em medir a eficiência no setor público. Eficiência a qual, inclusive, é um princípio constitucional que está inserido dentro dos princípios da administração. A constituição Federal de 1988 estabeleceu um rol de princípios expressamente previstos e aplicados à administração pública, referido no artigo 37, que estabelece que “A administração pública direta e indireta de qualquer dos poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios obedecerá aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência (…)”.

Outro ponto que vale a pena ser ressaltado é que os órgãos públicos têm a necessidade de medir sua eficiência operacional, avaliar a credibilidade dos serviços prestados e disponibilizar informações exigidas a partir da lei da transparência, por exemplo. Os indicadores ajudam a monitorar a execução de contratos, identificar desvios sobre operações públicas e, assim como na iniciativa privada, auxiliam os gestores a fazer seus planejamentos. Alguns órgãos também são monitorados e regulados por outros, como os Tribunais de Justiça, que possuem o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e têm a obrigação de passar as informações relativas aos indicadores exigidos pelo órgão regulador. Por isso, cabe aos gestores a adoção de boas práticas a fim de aumentar a eficiência no setor público e buscar aumentar os níveis de produtividade e satisfação em relação aos serviços prestados.

Boas práticas que podem ser adotadas para aumentar a eficiência no setor público:

Realize a gestão de processos de negócioBusiness Process Management (BPM): uma grande aliada para alcançar a eficiência no setor público é a gestão de processos de negócio, que representa uma nova forma de visualizar as operações além das estruturas funcionais e tradicionais. Esta visão compreende todo o trabalho executado para entregar o produto ou serviço do processo, independentemente de quais áreas funcionais ou localizações estejam envolvidas. Seu objetivo é tornar os processos padronizados, o que resulta em aumento de produtividade e maior eficiência. Isso é feito por meio de várias etapas, que envolvem análise de rotinas, definição de metas, execução e monitoramento de tarefas, além da administração do processo como um todo.

Adote indicadores de Desempenho: a adoção de indicadores de desempenho ajuda o gestor público a identificar as causas de performances ruins em diversas atividades desempenhadas na instituição pública. Além disso, a avaliação indica uma nova perspectiva para o desenvolvimento da gestão. Com a mensuração de resultados é possível monitorar o desempenho dos gestores, diagnosticar falhas e estimular a conquista dos objetivos.

Quer complementar seus conhecimentos sobre eficiência no setor público? No blog e-Gestão Pública, nós abordamos algumas iniciativas para gerar mais produtividade no trabalho realizado pelo setor.