Uma Iniciativa Logo Softplan

Como as lições de Simon Sinek podem ser aplicadas no setor público

3 min. para leitura 06/05/2016

Já esclarecemos como funciona o foco do cliente na Administração Pública e agora vamos explicar como as lições de Simon Sinek podem motivar os colaboradores do setor público e melhorar os serviços de atendimento aos cidadãos.  Simon Sinek é escritor e professor de comunicação na Columbia University e criou um modelo de liderança conhecido como Golden Circle. O círculo dourado, como é chamado no Brasil, nada mais é do que o desenho de um alvo, com as perguntas “Por quê?”, “Como?” e “O quê?”, organizadas de dentro para fora. Segundo a teoria, as empresas sabem dizer o que fazem, mas têm dificuldades de explicar o porquê da oferta de seus serviço ou produtos e, portanto, perdem a grande oportunidade de cativar seus clientes.

Simon Sinek construiu o Golden circle observando grandes líderes como Martin Luther King, Steve Jobs e os irmãos Wright. O autor afirma que os consumidores compram os produtos mais interessados nos benefícios que eles proporcionam, em resumo, as pessoas não compram o que a empresa faz, elas compram o porquê a empresa faz. E claro, não estamos falando apenas de produtos como iPhone, mas também de uma causa ou uma crença. Nas palavras de Simon Sinek: “Nós dizemos o que fazemos, como somos diferentes ou como somos melhores e nós esperamos algum tipo de atitude, uma compra, um voto, alguma coisa do tipo. Mas nada disso é inspirador”

Além disso,  o escritor ainda estimula o empresário, o defensor de uma causa, o inventor… a  responder algumas perguntas: por que a sua organização existe? Por alguém deveria se importar com a existência dela? Se você se interessou pelo  Golden circle e quer saber como as lições de Simon Sinek podem contribuir para a motivação e o desempenho do setor público em que você trabalha, acompanhe as dicas abaixo.

3 lições de Simon Sinek para o setor público

Descubra o porquê da existência de seu setor
As respostas para as perguntas que Simon Sinek estimula podem até parecer meio óbvias, pois o objetivo principal dos vários órgãos públicos é prestar serviço de qualidade ao cidadão. Da mesma forma que uma universidade deve oferecer uma educação de qualidade, um hospital deve atender bem aos pacientes em uma estrutura adequada e com poucas filas e o transporte urbano também deve garantir o direito de ir e vir do cidadão. Mas o que o seu órgão, secretaria, entidade, departamento está fazendo hoje para que isso seja  possível? É necessário atender as reais necessidades dos cidadãos e não apenas oferecer um produto ou serviço. Talvez, uma boa prática para começar a pensar na existência do seu setor público é por meio da criação da carta de serviços ao cidadão, pois ela tem como objetivo principal identificar as necessidades do público-alvo e traduzir os resultados da instituição, para posteriormente ser divulgada entre os servidores e a população em geral.

Comunique-se com seu cliente pela ordem Por que – Como – O que

Simon Sinek defende a ideia de que as pessoas não compram o que você faz, mas sim o porquê você faz. Mas como isso pode ser aplicado no setor público? É necessário descobrir qual o porquê do seu setor e ele não é tão simples assim de ser entendido ou explicado. O porquê é a visão da empresa ou setor público e tudo que acontece deve girar em torno dele. Não se trata de quantas pessoas você atendeu no hospital, quantos estudantes se formaram em sua instituição ou a quantos dias não acontecem acidentes de trânsito nas rodovias do seu estado ou município, isso é o resultado. Entender o porquê do seu setor público existir fará com que sua estratégia de gestão seja repensada para melhor atender aos cidadãos. O como são os valores e princípios usados para encontrar o porquê da sua instituição, já o o que é fácil, ele nada mais é do que os serviços que você oferece.

Traga para a sua equipe pessoas que acreditam no que você acredita

Invista em treinamento para os servidores que atuam em sua equipe. A capacitação pode ser simples como assistir a palestras do TED ou até mesmo algo mais elaborado, como cursos que preparem os servidores para atuar com foco do cliente, ou seja, com seus esforços voltados para atender as verdadeiras necessidades dos cidadãos.

Você acredita que as lições de Simon Sinek e seu círculo dourado podem ser aplicadas no setor público? Deixe sua opinião no formulário abaixo e venha participar da conversa!