Uma Iniciativa Logo Softplan

Boas práticas de gestão da contribuição financeira não reembolsável

1 min. para leitura 04/03/2015

 

Ao procurar crédito internacional, é fundamental que o gestor esteja, antes de tudo, preparado para receber essa chancela. Projeto pronto, contas organizadas e com um bom planejamento para a execução da proposta. Partindo do princípio que o gestor conheça todas as opções de financiamento disponíveis, como é possível administrar corretamente todo o processo? Cada órgão financiador possui diretrizes distintas a serem seguidas, assim como devem ser observadas as modalidades em que o projeto se encaixa. Veja como gerir a contribuição financeira não reembolsável, que se refere a doações, que podem ou não exigir contrapartida local.

Todo financiamento requer uma série de boas práticas de gestão. No caso da contribuição financeira não reembolsável não é diferente: é preciso dar andamento ao que foi previsto no projeto, efetuar as despesas elegíveis e manter o controle financeiro, bem como armazenar todos os dados de acordo com as regras estabelecidas pelo banco financiador. E como manter a ordem de tantas informações? As agências de fomento normalmente exigem que os processos sejam realizados de forma informatizada, garantindo assim a rapidez no acesso aos dados e a produção de relatórios seguindo a legislação pertinente.

Um dos principais problemas enfrentados pelos gestores é a redundância de informações. Há um controle estadual/municipal de gastos e é preciso reportar o processo ao órgão financiador no modelo de controle específico: os dois controles – local e do financiador – podem replicar informações e criar controles paralelos, gerando incompatibilidade de dados. Muitos deslizes acontecem por inexperiência do gestor nestes casos. Por isso, é fundamental revisar as atualizações dos órgãos financiadores, participar dos treinamentos ofertados e seguir, de acordo com a capacidade do órgão, em busca de informatização.

Ficou com dúvidas? Tem sugestão de boas práticas? Quer saber mais sobre o assunto? Compartilhe nos comentários abaixo.

Crédito de imagem: PSD Files