Mudança e inovação: “dá pra fazer” no setor público?

Mudança e inovação: “dá pra fazer” no setor público?

mudança e inovacaoO e-Gestão Pública já apontou as principais diferenças entre a gestão da inovação nos órgãos públicos e na iniciativa privada. Um de nossos textos que apontou como a burocracia de algumas instituições podem frear as ideias inovadoras e também deu dicas para que os gestores públicos consigam motivar os colaboradores a aceitar a inovação. Além disso, o portal mostrou como as inovações incrementais podem ser o caminho mais rápido para aplicação de novas tecnologias e fluxos de trabalho. No entanto, mesmo com tantos exemplos, ainda há quem acredite que só as empresas privadas conseguem lucrar com isso e que não é possível fazer mudança e inovação na Administração Pública.

Uma prova de que a mudança e inovação já estão acontecendo nos órgãos, entidades e autarquias brasileiras é que o Concurso Inovação no Setor Público chegou em sua 21ª edição. A seleção que acontece desde 1996 pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) em parceria com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) tem o objetivo de incentivar a implementação de iniciativas inovadoras nos governos federal e estaduais. Assim, podem servir como inspiração para que os demais órgãos otimizem os seus processos e melhorem a oferta de serviço aos cidadãos.

O concurso já premiou iniciativas nas áreas da Saúde, Meio Ambiente, Educação, Comércio Exterior, entre outros. Se você ainda tem dúvida de que é possível, sim, promover a mudança e inovação na Administração Pública, confira abaixo alguns Laboratórios de Inovação em Governo pelo mundo.

3 laboratórios que estão promovendo a mudança e inovação pelo mundo

iGovSP – São Paulo – Brasil

O ambiente do iGovSP foi projetado para o desenvolvimento de práticas que promovam a mudança e inovação. As instalações e equipamentos estão preparados para solucionar problemas complexos, redesenhar serviços, modelar negócios e utilizar novas plataformas. O laboratório oferece cursos de formação para os servidores públicos na área de inovação de forma que eles possam solucionar os entraves da Administração Pública por meio de metodologias como o Design Thinking e Modelagem de Negócios. Além disso, promove oficinas de resolução de problemas e oferece suporte de especialistas para projetos pilotos e estruturação de indicadores.

Um dos projetos apoiados é o Acessa SP que foi criado há 15 anos e visa a inclusão digital. Nesta nova fase, o governo pretende ampliar as parcerias com outras secretarias e organizações da sociedade civil para que a internet chegue a toda população. O programa pretende também transformar os pontos de acesso em estações de trabalho onde o cidadão possa levar o seu equipamento e trabalhar no modelo de coworker.

Laboratorio de Gobierno – Santiago – Chile

O laboratório chileno atua em três grandes áreas: projetos de inovação, capacidade de inovação e gestão de ecossistemas e investimentos. A primeira apoia os órgãos públicos a desenvolverem seus projetos e a reformularem os problemas por meio da cocriação de ideias e utilização de novas tecnologias. Já o segundo atua na capacitação do servidor público, de forma que possam desenvolver novas habilidades e motivação para atuar como fonte de mudança e inovação. Por fim, o Laboratorio de Gobierno tem investido em novos espaços para que empresários, estudantes e ongs possam colocar suas ideias para solucionar alguns gargalos da Administração Pública. E o objetivo é um só: implementar melhorias nos serviços prestados aos cidadãos.

Nesta – Londres – Reino Unido

O Nesta Public Lab Service apoia iniciativas inovadoras nas áreas de Educação, Saúde, Artes, Tecnologia, entre outros, que visem resolver desafios sociais. A ideia é unir o governo, empresas de tecnologias, ativistas e a sociedade para que juntos promovam mudanças na vida das pessoas. Um dos projetos apoiados pelo Nesta é a pesquisa sobre a Economia Criativa no Reino Unido. O estudo apontou que 1,8 milhões dos postos de trabalho no país são ocupados por criativos: programadores, desenvolvedores de jogos, entre outros. Inclusive, foi criado um Manifesto Criativo para que o governo possa fomentar mais postos de trabalhos, já que esses profissionais são promotores de mudança e inovação.

E você, conhece outra iniciativa que tem promovido a mudança e inovação? Divida conosco nos comentários!

Comentar

Seu e-mail não será divulgado. Campos obrigatórios são marcados *